+55 (49) 3541 3100
28 de Março de 2019
Bruno Industrial comemora 30 anos do Primeiro Picador Florestal

O carro chefe da Bruno Industrial é a Linha Florestal, formada especialmente por picadores móveis – um auxílio fundamental na transformação de árvores inteiras em biomassa para alimentação de caldeiras. Para a fabricação dos equipamentos, são utilizadas as melhores tecnologias internacionais disponíveis em países de ponta. A Bruno apresenta modelos de picadores rebocados ou auto-propelidos, controlados remotamente, com alta eficiência energética na produção de cavacos de qualidade e grande disponibilidade mecânica, ou seja, o usuário do equipamento tem garantia de produção diária.

O primeiro picador florestal fabricado pela Bruno Industrial foi desenvolvido em conjunto com uma empresa da região serrana do estado catarinense. “O engenheiro florestal e diretor da Manville, hoje Klabin de Otacílio Costa, procurou nossa empresa para desenvolver um picador móvel pois acreditava na picagem no campo, algo inovador na época. Meu pai encarou o desafio e fabricamos o picador, praticamente sem desenhos”, orgulha-se Arno, completando que, neste primeiro equipamento, “a alimentação superior era feita através de uma esteira metálica articulada, posteriormente substituída por rolo dentado, bem como redutores fabricados aqui na Bruno”. Neste primeira unidade o picador era acionado por motor diesel e gerador elétrico para os motores auxiliares .
Com o passar do tempo o mercado evoluiu e a demanda por picadores de madeira florestais mais potentes e mais confiáveis também foi aumentando, tanto para produção de vapor para processos industriais como para produção de energia elétrica. Por isso, a Bruno Industrial relançou o picador florestal, uma máquina compatível com as novas exigências do mercado.

Relançamento

O relançamento do picador florestal da Bruno aconteceu durante a 2ª ExpoBruno, em 2003 e, de lá para cá, já foram inúmeros equipamentos comercializados no Brasil e em outros países da América do Sul e Europa. Com o desenvolvimento continuo e muita experiência acumulada, a Bruno se tornou uma das empresas mais conhecidas e respeitadas, quando se fala em fabricantes de picadores florestais no Brasil.

Novidades

Os últimos picadores florestais, com a marca Bruno Industrial, foram fabricados através de parcerias com clientes. São empresários que apostaram no profissionalismo e comprometimento da Bruno e investiram na ideia. “A experiência adquirida nesses longos anos, nos deu credibilidade junto aos clientes”, reforça Arno, lembrando que o TR King (lançado em 2018) e o Monster (lançado em 2019), foram comercializados ainda na fase de idealização. Ambos os picadores possuem diferenciais não encontrados em equipamentos nacionais com custo benefício agregados. As principais novidades destes novos modelos são: embreagem hidráulica de acoplamento suave, bombas hidráulicas de deslocamento variáveis e comandos proporcionais, radiador padrão florestal com hélice reversível autolimpante, chassis monobloco garantindo robustez ao conjunto, motor diesel eletrônico de última geração, ou seja, maior produtividade com economia de combustível, controlados remotamente e de fácil operação. O TR King é um equipamento auto-propelido, já a atual versão de deslocamento do Monster é através de reboque, porém, já está em estudo um versão auto-propelida.

Você sabia?

Quando a Bruno Industrial iniciou os trabalhos com equipamentos da Linha Florestal, a matéria prima era apenas restos de florestas, como galhadas e copas de árvores. Os equipamentos eram fabricados para aproveitar essas biomassas que ficavam nas matas. O processo de picagem era feito direto na fábrica, onde as toras são utilizadas para a produção de celulose ou cavacos para caldeiras e os picadores fixos atendiam às necessidade das empresas. Com maior demanda e a necessidade em picar árvores inteiras, as empresas consumidoras perceberam que poderiam fazer todo o processo na floresta e não levar a “sujeira” para dentro da empresa – optando em levar a biomassa pronta para uso final.