+55 (49) 3541 3100
07 de Fevereiro de 2018
Jovens aprendizes iniciam atividades na Bruno Industrial. No total são 12 jovens participando do projeto em 2018.

Começar o ano com estabilidade profissional, mesmo que seja em um período limitado é uma conquista para um grande número de jovens. Pessoas que buscam ingressar em uma carreira profissional e que almejam sucesso em um futuro próximo. O Programa Jovem Aprendiz dá oportunidade para aqueles que desejam transformar suas vidas. Inserir os jovens no mundo do trabalho, combater a evasão escolar e o trabalho infantil são alguns benefícios da Lei da Aprendizagem. É por esses e outros fatores que a Bruno Industrial cumpre sua obrigatoriedade, mas, principalmente porque acredita que os jovens são os protagonistas de um país melhor.

A empresa oferece vagas para o Programa desde 2012 e já colaborou com o crescimento profissional de cerca de 60 jovens com idade entre 14 e 24 anos de idade. “Dentro de um Programa de Aprendizado, os jovens iniciam na empresa desempenhando atividades menos complexas e evoluem para as mais desafiadoras tarefas, com o objetivo da profissionalização gradual”, ressalta Celine Franken, gestora do Setor de Recursos Humanos da Bruno Industrial. Celine lembra que “aquele aprendiz comprometido e disposto fazer desta porta de entrada uma grande oportunidade é reconhecido pela Bruno Industrial, através de contratação ao final do programa”.

Para 2018, o Programa Jovem Aprendiz iniciou no mês de novembro com a seleção dos interessados. Foram três etapas, sendo que inicialmente eles entregaram os currículos e na sequencia, os classificados realizaram prova de português e matemática. Os candidatos que alcançaram no mínimo metade de acertos na prova foram para 3° etapa que era entrevista. Os aprendizes freqüentam cursos no Senai de Campos Novos.

Por lei, empresas de médio e grande porte devem ter entre 5% e 15% de jovens e adolescentes em seus quadros de funcionários. Nesta semana, dia 05 de fevereiro, 12 jovens iniciaram as atividades na Bruno Industrial e seguem até dia 15 de dezembro, sendo que, meio período obrigatoriamente, eles precisamestudar. “O intuito da empresa é que o aprendiz conheça o funcionamento de uma empresa metalmecânica e consequentemente, as atividades e funções. Eles têm contato com diversos setores e profissionais da empresa, que juntos auxiliam na identificação das suas competências, habilidades e preferências, trazendo ao aprendiz capacitação profissional, experiência e ainda conseguindo conciliar a rotina do trabalho com a rotina de estudos”, disse a gestora de RH.